UMA CAMINHADA EMBALADA PELA CANÇÃO DE "TODAS AS LETRAS" E "FONEMAS DA ALEGRIA": Projeto de Alfabetização da CUT Ceará em Quixadá e Região chega ao final com BRILHO NOS OLHOS DE QUEM COMEÇOU APRENDER A APRENDER!


Paulo Freire - o inesquecível "Doutor da Pedagogia" de todos/as os/as oprimidos/as, de todos/as os/as autônomos/as e de todos/as os/as esperançosos/as - já preconizava de que ninguém aprende sozinho/a e que a leitura da palavra mundo é precedida de uma leitura unívoca de si mesmo/a, pois muito bem, essa foi a tônica de todos e todas que fizeram acontecer o Projeto de Alfabetização "Todas as Letras". Tal processo teve "jeito sindical" de ensinar e aprender.

No dia 28 de julho de 2010, o pátio de uma escola serviu de cenário para uma grande e linda festa de encerramento do projeto que teve como fundamental articulador o SINDSEP de Quixadá e Região. NEIVA ESTEVES, que além de Vice-Presidente do SINDISEP, atuou como a Coordenadora Geral do Projeto que alcançou homens e mulheres da cidade e do campo, esses bravos companheiros e companheiras que não tiveram oportunidade de estudar diante da necessidade de buscar o alimento para a sobrevivência.

Realmente o Projeto Todas as Letras articulado pelo SINDSEP teve todo um diferencial que foi detemrinante para o sucesso do processo que todos/as sabem, geralmente, se tem grande evasão desse público, que na sua grande maioria possuem famílias e estão envolvidos em tantas circunstâncias que não permitem muitas vezes a continuidade. Todavia, a dinamicidade e uma verdadeira parceria com a sociedade, segundo NEIVA ESTEVES, fez toda a diferença:
 
NEIVA ESTEVES - Coordenadora Geral
do projeto de Quixadá e Região
"Nós sabemos que em se tratando de  Educação todas as ações são muito complexas, pois, estamos mexendo com seres humanos, e em especial o público que o projeto atinge é de fato especial. São pessoas com uma carga de vida muito grande. São muitas questões envolvidas. Então decidimos desde cedo que não bastava o lápis e o papel, era preciso muito mais pra conquistar cada aluno, cada aluna"

EDUCAÇÃO X SOLIDARIEDADE: UM GOLAÇO NO PROCESSO

A conquista da qual Neiva Esteves se refere incluiu perceber o aluno e a aluna além da sala de aula. Foi assim que nasceu no coração da coordenadora a idéia de criar uma verdadeira rede de parceiros e parceiras da sociedade civil que contribuiriam mensalmente com uma quantia significativa para que além de material didático, os/as alunos/as também tivessem uma cesta básica que era sorteada todo mês. "A questão do sorteio das cestas básicas não tinha o intuito de ser um elemento que constragesse os/as alunos/as a permanecerem como fosse uma moeda de de troca. Nosso foco sempre foi o ato de educar nas vertentes de ensinar e aprender como sendo o principal. Todavia, não esquecemos do perfil de nosso/a aluno/a que muitas vezes precisa de apoio para a alimentação. Foi mais uma atitude de responsabilidade social do que quaisquer indícios de assistencialismo. Foi para isso também que buscamos parceiros e parceiras que seguraram juntamente com o SINDSEP de Quixadá e Região esse audacioso projeto que deu certo!"



PARA SABER MAIS DESSA HISTÓRIA...

Só mesmo lendo o livro que o projeto Todas as Letras em Quixadá e Região lançou. Isso mesmo. Na festa de encerramento do bem-sucedido processo educacional de Jovens e Adultos, foi lançado um livro com toda a trajetória percorrida pelos alunos e alunos, professoras, coordenadoras e parceiros/as.

PARCEIROS E PARCEIRAS
QUEM SOMOS
E A APRENDIZAGEM CONTINUA COMPANHEIROS/AS!!!


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Janeiro Branco