SEMANA DO TRABALHO DECENTE - Parte 2

DIRETRIZES PARA A LUTA POR UM TRABALHO DECENTE EM CADA MUNICÍPIO



Ao implementar essa valorização do Trabalho e do trabalhador e da trabalhadora OBJETIVA-SE superar as desigualdades e a exclusão aprofundadas pelos processos de globalização  e deter o avanço progressivo da quebra dos laços de solidariedade e deterioração social.


O Brasil registrou no período do Governo Lula, melhora expressiva em importantes indicadores do mercado de trabalho, com destaque para o aumento dos níveis de ocupação, com geração de 14 milhões de empregos formais e reversão da trajetória de queda de rendimentos do trabalho.


A campanha pelo Trabalho Decente inclui Combate à Precarização e à Terceirização, Empregos de Qualidade, Valorização do Trabalho e Igualdade e Dignidade.

Conheçamos as Diretrizes da CUT para uma Agenda de Trabalho Decente:

 Geração de Mais e Melhores Empregos, com Igualdade de Oportunidades e de Tratamento


Com essa diretriz, objetiva-se alcançar:

-Respeito aos Convênios da OIT, em especial àqueles que tratam dos princípios e Direitos Fundamentais no Trabalho
-Democratizar as Relações de Trabalho e Fortalecer a Organização Sindical
Políticas Públicas de Emprego
-Desenvolver Políticas Efetivas de Proteção à Saúde dos/as Trabalhadores/as nos Locais de Trabalho
-Combate a todas as formas de Discriminação
-Garantir que as Inovações Tecnológicas Possibilitem a criação de Novos e Melhores Empregos
-Desenvolver Políticas Efetivas de Proteção dos/as Trabalhadores/as mediante às medidas de Mitigação e Adaptação às Mudanças Climáticas

Erradicar o Trabalho Escravo e o Trabalho Infantil

Diálogo Social

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Janeiro Branco