Graça Costa (Presidenta da CONFETAM) faz Análise de Conjuntura no Sertão Central do Ceará


"Brasil em Desenvolvimento. Municípios em Transformação". Foi com essa temática que a Presidenta da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Brasil (CONFETAM/CUT) Graça Costa proferiu palestra no dia 16 de maio de 2012, na Câmara Municipal de Banabuiu, estado do Ceará. Na plateia, servidores/as de todas as categorias do município, além de vereadores/as e população em geral.

O convite para realizar a análise de conjuntura internacional, nacional e municipal, partiu da Presidenta do SINDSEP de Quixadá e Região Neiva Esteves que ao realizar assembleia municipal decidiu que era importante a categoria perceber os entraves da luta local lançando um olhar conjuntural para o resto do mundo que passa por crises na Economia e que segundo a Neiva "os impactos são sentidos no cotidiano do Serviço Público".

Vejamos alguns trechos da análise de conjuntura feita por Graça Costa:

ATAQUE AO SERVIÇO PÚBLICO
O que acontece no município de Banabuiu está ocorrendo no mundo todo. Existe um ataque ao Serviço Público em escala mundial. A crise econômica internacional é real e atinge sim o Brasil e isso chega aos municípios, é claro, como Banabuiu. A quem podemos responsabilizar por essa crise? Os banqueiros,  os mega empresários...Hoje, vemos de forma recorrente a imprensa destacar que a crise acontece na Europa. Mas é preciso que digamos exatamente aonde essa crise que está contaminando o mundo todo começou, que são os Estados Unidos. 

O BRASIL E A CRISE ECONÔMICA MUNDIAL

Se compararmos a vida dos trabalhadores e das trabalhadoras no mundo podemos perceber nitidamente que no Brasil há uma situação bem melhor. Por que todos olham hoje para o Brasil e ficam em certo ponto até admirados pelo comportamento do país mediante os efeitos da crise? É simples: Porque diferentemente do que tem ocorrido no mundo, aqui no Brasil o crescimento econômico está acontecendo alinhado, sobretudo, com distribuição de renda. 

SERVIDORES/AS MUNICIPAIS NO BRASIL "AGORA" INTEGRAM A CLASSE MÉDIA
Hoje, temos no Brasil, servidores/as públicos/as municipais que migraram para a Classe Média! Quando que isso no Brasil seria possível? Agora é! Essa possibilidade concretizada foi iniciada pelo Governo Lula e que a Presidenta Dilma tem continuado.

Os programas do Governo Federal causam impactos positivos no município. Obviamente, que não são todos os programas e leis importantes que são decididos pela esfera Federal e que não são respeitados nos municípios. Exemplo disso é a conquista da Lei do Piso do Magistério que tem prefeito que não implanta. Para isso, é preciso intensificar a luta. Na CONFETAM, temos pautado essas e outras lutas históricas. Na Campanha Salarial de 2012 que está em curso, intensificamos as reivindicações em torno da Lei do Piso e dos PCCS da Saúde e da Administração.

A Organização dos/as Municipais do Brasil está crescendo e avançando nas lutas, buscando resguardar os direitos conquistados e avançando necessariamente para outras conquistas. Esse crescimento do Movimento Sindical se preocupa em manter na vanguarda os valores que nos são mais caros: Sindicato com Autonomia, com Liberdade e com Representatividade.


O MUNICÍPIO DE BANABUIU E SEU DIFERENCIAL DE CONQUISTAS
Em Banabuiu, percebemos que a organização sindical cresceu bastante, haja vista, os direitos que já podemos elencar, que vai desde a conquista do Salário Mínimo até a conquista dos três Planos de Carreira. Hoje, na base de atuação do SINDSEP, Banabuiu é o único município que possui Plano de Carreira para as categorias do Magistério, Saúde e Administração. Isso é extremamente importante. É um diferencial que nos faz ver que aqui nesse município o/a servidor/a sabe fazer a luta juntamente com o Sindicato.

ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2012
Nós que somos servidores/as municipais sentimos na pele o que significa uma administração municipal que não respeita direitos e o quanto esses impactos negativos influenciam na vida do/a trabalhador/a. Por isso, precisamos estar atentos/as para a escolha de candidatos/as e perceber qual é o melhor para o Serviço Público, o que dimensiona de forma mais democrática as suas propostas. Precisamos nos instrumentalizar pra isso pois algumas de nossas lideranças sindicais tem condição e devem contribuir com a transformação do município a partir da Política na sua acepção mais cara. Estão à disposição de todos e todas que desejam se candidatar um importante instrumento que é a Plataforma da Classe Trabalhadora para as Eleições Municipais 2012. A CONFETAM, a FETAMCE e o SINDSEP de Quixadá e Região estão sintonizados nessa mesma Plataforma.

Postagens mais visitadas deste blog

Janeiro Branco