Em nota, CUT manifesta repúdio aos insultos dirigidos à presidenta Dilma durante a Copa



À Excelentíssima Senhora Dilma Rousseff
Presidenta do Brasil

A Central Única dos Trabalhadores vem por meio desta manifestar repúdio aos insultos dirigidos à senhora durante a cerimônia de abertura da  Copa do  Mundo. Para nós, foi uma demonstração de ódio, de uma elite branca e conservadora, que não admite a ascensão de milhares de brasileiros à classe média, muito menos que esses novos consumidores, alguns inclusive prestadores de serviços deles, frequentem os mesmo lugares que eles, como os aeroportos do Brasil e do mundo.
Este grupo, que deve estar entre os que incentivaram a onda de desânimo com a economia  do País e raiva contra o governo democrático e popular que a senhora representa, é formado por pessoas privilegiadas que tiveram uma oportunidade rara que é assistir à abertura de uma cerimônia da Copa do Mundo.

O grupo do “não vai ter Copa”, do vai ter apagão, vai disparar a inflação, que ia as ruas pedir mais educação,  sem sequer saber que os valores investidos em educação e saúde aumentaram muito nos últimos anos, entre outras coisas, por conta dos investimentos na realização do Mundial. E quando deveriam  mostrar o mínimo de civilidade, demonstraram que não receberam educação em  casa, que não sabem conviver com as pessoas que pensam de maneira diferente. Não respeitaram a democracia. Não respeitaram a instituição da Presidência da República, a mãe, a avó, a mulher digna e batalhadora.

Por isso nós, da Central Única dos Trabalhadores, manifestamos nosso apoio e solidariedade à senhora e reafirmamos nossa confiança no compromisso do seu governo na ampliação dos direitos e conquistas das mulheres.

             Vagner Freitas                                                                                                   Rosane Silva
Presidente Nacional da CUT                                                 Secretária Nacional da Mulher Trabalhadora da CUT       

Postagens mais visitadas deste blog

Janeiro Branco

Graça Costa, do SINDSEP de Quixadá (CE), é eleita Secretária Nacional de Organização Sindical da CUT