SERVIDOR(A) PÚBLICO(A): MAIS OTIMISMO É PRECISO POIS HÁ MOTIVOS PRA CELEBRAR


Para a secretária de Relações do Trabalho da CUT, a servidora municipal Graça Costa, há motivos para celebrar nesta data. “Sem dúvida, temos uma conjuntura que oprime os servidores. Por outro lado, há a oportunidade de comemorarmos avanços que conquistamos. Se compararmos, por exemplo, a liberdade para a atuação sindical hoje, com 20 anos atrás, veremos que avançamos, não podíamos nem nos sindicalizar”, analisou a dirigente.
Graça reconhece as dificuldades enfrentadas pelos servidores federais mas lembra que há diferenças nas negociações e, por isso, houve êxito nas campanhas salariais em 2015. “Lidamos com cenários distintos, onde a conjuntura política é outra. Por conta disso, de uma forma geral, tivemos avanços específicos. A implantação do piso dos professores, por exemplo, tem sido uma vitória conquistada com a força dos trabalhadores”, exemplificou a dirigente, lembrando que ainda há limitações em algumas cidades. “Há municípios que não possuem sindicato ainda e ficamos à mercê da boa vontade dos prefeitos.”
Graça finaliza chamando a atenção dos(as) trabalhadores(as) e da Sociedade em geral: segue a mesma linha. “Se não houver mobilizações, não vamos conseguir deter a onda conservadora. Estão mexendo não só nos direitos dos servidores, mas nos direitos civis.”



FONTE: CUT Nacional


Postagens mais visitadas deste blog

Janeiro Branco