SINDSEP faz pressão contra projetos que RETIRAM DIREITOS DOS TRABALHADORES

Presidenta do SINDSEP de Quixadá Região Neiva Esteves reafirmou a defesa a retirada dos projetos contra as conquistas

A partir do momento em que o atual gestor de Quixadá convocou a Câmara Municipal para votar em projetos que intencionam retirar direitos conquistados na luta pelos trabalhadores e trabalhadoras. Junta-se a isso toda a celeuma em torno da possível anulação do último concurso público. Importante evidenciar que o SINDSEP em suas pautas históricas sempre defendeu a realização de concurso público como único caminho legítimo para acesso ao Serviço Público. Admitimos que verificada a existência de erros se corrija pontualmente tais discrepâncias mas é preciso atentar para a totalidade de esforços que os cidadãos empreendem ao participar de um processo de concurso.

Intensificou-se a mobilização das categorias. O movimento de candidatos aprovados no concurso procurou o SINDSEP para somar esforços na defesa daquilo que é legítimo. Chamou-se a atenção da população para fortalecer o debate.

Hoje, 27/01, o SINDSEP de novo, lotou a sessão da Câmara e reafirmou a defesa dos direitos conquistados à custas de lutas históricas. Conseguiu-se reverter a rota do caminho que levaria a uma derrota das categorias:
  • Gratificação por Risco de Vida dos Vigias: mantida 20% da gratificação e no prazo de 90 dias será avaliada a totalidade do direito mediante parecer da perícia do trabalho. 
  • Gratificação dos Fiscais de Serviço Públicos e outros projetos afins, no melhor entendimento que o SINDSEP conseguiu serão analisados por comissões específicas ficando para próxima semana nova rodada de votação.
  • CONCURSO PÚBLICO: Neiva Esteves pediu na tribuna da Câmara que os vereadores votassem contra a anulação do certame. Avisou que o SINDSEP entrará com mandado de segurança caso até a próxima semana o concurso não seja homologado. Todos os vereadores presentes acenaram com a concordância da imediata homologação. A LUTA CONTINUA! A FORÇA É DA CLASSE TRABALHADORA.

Postagens mais visitadas deste blog

Janeiro Branco