Comissão da OIT defende trabalho decente contra desigualdade



Com objetivo de examinar e discutir estratégias, trocar experiências inovadoras e identificar atividades de cooperação, representantes de importantes instituições da América Latina e do Caribe participaram em San José, capital da Costa Rica da 43ª Reunião da Comissão Técnica do Centro Interamericano para o Desenvolvimento do Conhecimento em Formação Profissional (Cinterfor) da Organização Internacional do Trabalho (OIT), que terminou dia 11 de agosto. 

Estiveram presentes cerca de 70 delegados e delegadas da América Latina, Caribe, Espanha, entre outros. A delegação sindical contou com representantes de Argentina, El Salvador, Chile, Brasil, Colômbia, Panamá, Uruguai, Costa Rica, Guatemala, Espanha. A CUT Brasil participou do evento, representada pela secretária Nacional de Formação, Rosane Bertotti. Ela foi eleita Vice-presidenta do grupo dos trabalhadores, para conduzir a assembleia numa representação tripartite, com um representante dos governos e outro dos empregadores.

Desde 1963, o Centro Interamericano para o Desenvolvimento do Conhecimento em Formação Profissional (OIT / Cinterfor) é pioneiro na gestão, na construção coletiva do conhecimento e na promoção da cooperação Sul-Sul em questões relacionadas ao desenvolvimento dos recursos humanos.

É um centro especializado da OIT e coordena a maior e mais prestigiada rede de organizações e instituições públicas e privadas dedicadas ao fortalecimento competências laborais.

Esta rede, constituída por mais de 65 organizações de 27 países da América Latina, Caribe, Espanha e África, está ativamente envolvido na atualização contínua da plataforma de gestão de conhecimento que está disponível para o mundo da formação profissional.



Fonte: CUT Nacional

Postagens mais visitadas deste blog

Janeiro Branco