Ato de Repúdio contra a Desorganização Administrativa e falta de Pagamento dos Servidores de Ibaretama



A saga de lutas por respeito e por dignidade dos Servidores Públicos Municipais de Ibaretama CONTINUA.


Desde o início de 2017, os servidores municipais de Ibaretama passam por vários períodos de indignação e desencanto com essa gestão, visto que o município se encontrava com os pagamentos em dias, em virtude ao bloqueio de contas ocorrido em 2016 também por salários atrasados e liberado em janeiro de 2017, após todos os servidores estarem em dia com seus proventos.


Todavia, a partir do mês de março, com apenas 3 meses de liberação das contas que foram desbloqueadas, o TERROR DO ATRASO DE SALÁRIOS OU O SORTEIO DE QUAIS SERVIDORES E SECRETARIAS SERIAM COMTEMPLADOS COM OS PAGAMENTOS MENSAIS começou a ser objeto de tortura psicológica e desestímulo para todos os servidores.


Em 2017, o Terço de Férias dos servidores da Educação foi parcelado em 4 vezes. O mês de Dezembro de 2017 foi parcelado em 3 vezes, tendo que ser feito novamente acordo judicial para pagamento.

Porém, em 2018, não está sendo diferente. A pressão psicológica na semana prevista para pagamento de salário está sendo constante. Sem falar na falta de respeito onde a gestão paga a uns servidores e outros não. Exemplo: paga os 60% da Educação e deixa atrasado os 40% bem como as Secretarias do Fundo Geral que estão todas sem receber salários do mês de setembro.

A gestão municipal também não repassa os consignados para a Caixa Econômica e nem o valor das mensalidades descontadas na folha dos servidores que são filiados ao SINDSEP, incorrendo assim, sem sombra de dúvidas, em apropriação indébita.

As crianças também estão no prejuízo pois a gestão não está pagando regularmente o transporte escolar, prejudicando o processo de ensino-aprendizagem desses alunos. Considerando que, atualmente, em média, 50 crianças estão sem acesso ao transporte escolar também pelo fato de não ter rota de transporte escolar para sua localidade. O mais grave é que isso atinge alunos da Educação Infantil, entre 3, 4, 5 e da Educação Básica, crianças de 10 anos.

Além do mais, prédios onde funcionam órgãos da administração municipal estão tendo o fornecimento de energia cortado por falta de pagamento. O caos está instaurado. Com isso, todos perdem: População e Trabalhadores!
O SINDSEP realizou um grande ato hoje em Ibaretama juntamente com os servidores que estão com salários atrasados. Percorreram as ruas da cidade até à Câmara Municipal e convenceram todos os vereadores a encerrarem a sessão e sairem com eles pelas ruas até a Prefeitura pra tentarem uma audiência.
SINDSEP, servidores e vereadores sairam pelas ruas, denunciando o descaso dao gestão que todo mês vem atrasando pagamento de salários. No paço municipal, foram recebidos por representantes do Prefeito.
Após discussão com a gestão, conseguiram que o pagamento do salário atrasado fosse pago na próxima quarta (24/10). Os servidores se reuniram em assembleia e discutiram a proposta apresentada pela Prefeitura. Foi colocado em votação o prosseguimento das ações de mobilização. Foi aprovado então que os servidores não voltam a trabalhar até que o salário seja pago na quarta que vem.

Postagens mais visitadas deste blog

Janeiro Branco