Reforma da Previdência e Campanha Salarial marcam Dia de Luta em Quixadá



Ao mesmo tempo em que Bolsonaro faz a entrega do texto da terrível Reforma da Previdência no Congresso Nacional, o povo sai às ruas do Brasil para protestar contra um conjunto de atrocidades previstas para acabar com a aposentadoria do trabalhador e da trabalhadora.

No município de Quixadá os protestos foram intensos nesta manhã quando servidores públicos municipais atendendo a convocação do SINDSEP de Quixadá e Região foram às ruas dizer não à reforma  de Bolsonaro que depois  de diminuir o valor do Salário Mínimo está tentando acabar com a aposentadoria dos trabalhadores e das trabalhadoras do campo e da cidade. Hoje, o presidente que pertence ao PSL, partido envolvido em escândalos noite e dia, faz a entrega do texto da Proposta de Emenda à Constituição) com novas regras visando prejudicar a Classe Trabalhadora e beneficiar os patrões. 

Por isso, em defesa da aposentadoria, as centrais sindicais, federações e sindicatos com o poaio do Movimento Social Organizado seguem em campanha permanente e alertam a Classe Trabalhadora: A PROPOSTA DE BOLSONARO É PIOR DO QUE A DE TEMER.

A reforma da Previdência de Bolsonaro acaba com a aposentadoria digna do povo brasileiro. A luta é por uma Previdência Social pública, universal, com valorização real, sem privilégios e que amplie a proteção social para quem mais precisa.

Junta-se a esse Dia de Luta reivindicações legítimas dos servidores públicos municipais de Quixadá no tocante à Campanha Salarial de 2019 que entre outras pautas destacam-se: Equiparação e reposição salarial para os trabalhadores/as do nível médio, técnico e superior da Administração e Saúde; Reajuste do Magistério Já (7.98%); Retroativos do Piso do Magistério de janeiro a dezembro; Pagamento da avaliação de desempenho de 2018 (4%) para professores/as; Reajuste da gratificação de desempenho dos Agentes de Combate as Endemias (GEDEC) já; Reconhecimento dos servidores/as que são amparados pela Lei nº 1.311/89; Implantação do PCCS da Saúde e da Administração; Melhoria salarial e das condições de trabalho dos Vigias e Fiscais em geral, entre outros pontos que foram reunidos na Minuta de Negociação entregue ao prefeito de Quixadá no início desse ano. Está prevista para amanhã, dia 21 de fevereiro, mais uma rodada de negociação com o gestor.


Postagens mais visitadas deste blog

Janeiro Branco